Uma vida abundante

images

Introdução:

Entregar a vida a Jesus é a mais importante e melhor decisão que uma pessoa pode tomar. Contudo, a vida com Jesus não é um mar de rosas. Há inimigos a serem enfrentados, lutas a serem travadas. Temos, porém, a promessa de que ele estará conosco em todos os momentos (Mateus 28.20 – “Eu estarei sempre com vocês, até o fim dos tempos”) e de que, com ele, iremos vencer (Romanos 8.37 – “Em todas estas coisas somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou”).

Na lição de hoje, antes de abordarmos os inimigos da fé a serem vencidos, iremos tratar sobre a vida abundante que temos em Jesus. Afinal de contas, se fomos transferidos do Império das Trevas para o Reino da Luz (Colossenses 1.13 – “Ele nos resgatou do domínio das trevas e nos transportou para o Reino do seu Filho amado”), apesar dos inimigos que ganhamos, nossa qualidade de vida melhorou.

Desenvolvimento:

Texto-base: João 10.10

A Bíblia diz, em João 10.10: “O ladrão vem apenas para roubar, matar e destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham abundantemente”. Esse texto estabelece um grande contraste entre os propósitos do Diabo e os de Jesus. Enquanto o Diabo se dedica a obras de morte, Jesus atua na promoção da vida. Assim, enquanto estávamos nas trevas, experimentávamos a morte. Todavia, quando, através de Cristo, passamos para a luz, começamos a ter vida abundante.

Pergunte aos presentes:

1. Em sua opinião, o que quer dizer vida abundante?

No texto grego, a palavra correspondente a “vida” é “zoe” que, dentre outros significados, se refere ao tipo de vida que Deus e aqueles que estão com ele têm. Essa era a vida que Adão e Eva tinham antes de cair. Antes da queda, o homem e sua mulher tinham plena comunhão com Deus, um com o outro e com o restante da criação. Suas vidas eram cheias de propósito e significado. Viviam em um jardim com “todo tipo de árvores agradáveis aos olhos e boas para alimento” (Gênesis 2.9). Desfrutavam diariamente da presença do Senhor. Experimentavam um relacionamento de companheirismo, harmonia e segurança um com o outro. Trabalhavam no cuidado e cultivo do jardim sem, contudo, grande desgaste e estresse.

Com o pecado, entretanto, eles perderam essa condição. Conforme a palavra de Deus (Gênesis 2.17), morreram. Foram expulsos do jardim (Gênesis 3.23). Esconderam-se da presença do Senhor (Gênesis 3.8). Acusaram um ao outro pelo ocorrido, ao invés de assumirem a responsabilidade (Gênesis 3.12). Passaram a ter que trabalhar com sofrimento e muito suor (Gênesis 3.17-19).

A vida de Deus foi o que o Diabo veio roubar. A vida de Deus foi o que Jesus veio devolver. E com abundância. A palavra grega correspondente a “abundante” tem como significado “excedendo o número ou tamanho usual”, “extraordinário”, “digno de nota”. A vida que Jesus dá é fora do padrão. Ele nos enche de propósito e significado. Ele nos conduz novamente à presença de Deus (Hebreus 10.19-22). Ele restaura relacionamentos quebrados. Ele alivia a carga pesada (Mateus 11.28-30).

Pergunte aos presentes:

2. Como obter a vida abundante?

Jesus disse: “Quem beber desta água terá sede outra vez, mas quem beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede. Ao contrário, a água que eu lhe der se tornará nele uma fonte de água a jorrar para a vida eterna. (…) Quem crer em mim, como diz a Escritura, do seu interior fluirão rios de água viva” (João 4.13-14; 7.38). A vida abundante é muito bem descrita nesses versículos pelas expressões “nunca mais terá sede”, “fonte de água a jorrar para a vida eterna” e “do seu interior fluirão rios de água viva”. Como obter isso? De acordo com o texto, bebendo da água que Jesus dá e crendo nele. Isso fala de confiança e dependência.

Apenas confiando e dependendo de Jesus poderemos obter dele a vida abundante. Fora disso, só há morte. E isso é um grande problema, pois somos pessoas desconfiadas e independentes. Olhe o alerta que Deus deu através do profeta Jeremias: “O meu povo cometeu dois crimes: ele me abandonaram, a mim, a fonte de água viva; e cavaram as suas próprias cisternas, cisternas rachadas que não retém água” (Jeremias 2.13). À parte de Jesus, tentamos alcançar a vida abundante por conta própria. Mas isso não é possível. Aqueles que acham que estão conseguindo, na verdade, estão enganados. O que experimentam é pouco e passageiro. A vida que Jesus dá é abundante e eterna.

Conclusão:

Pergunte aos presentes:

3. Você tem experimentado a vida abundante que Jesus dá?

Se você não tem experimentado uma vida abundante, há duas possibilidades: ou você ainda não entregou sua vida a Jesus ou, se entregou, ainda está retendo algumas coisas. Entregue sua vida a Cristo. Renda-se a ele por inteiro. Confie e dependa dele em todas as área da sua vida. O resultado disso será vida de Deus em abundância em você!

Anúncios

Sobre insightscristaos

Samyr Trad é teólogo, administrador e pastor na Igreja Batista Central de Belo Horizonte.
Esse post foi publicado em Lições de célula. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Uma vida abundante

  1. Lu Cobra disse:

    O blog realmente é incrível!Suas palavras nos dão mais força.Temos que divulga lo mais.Parabéns!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s