Uma Família para Você

Apesar de o relacionamento com Deus ser individual, não é particular. Embora pessoal, não é privado. Cada filho de Deus não é chamado apenas para se relacionar com o Pai, mas também com os outros filhos, que são seus irmãos. O sonho de Deus é gerar uma grande família de muitos filhos. Essa família é a Igreja, a qual também é chamada de Corpo de Cristo.

A Bíblia diz que “assim, somos como as várias partes do corpo humano. Cada parte tem seu significado no corpo, visto como um todo, mas não o contrário. O corpo de que estamos falando é o corpo formado pelas pessoas escolhidas por Cristo. Cada um de nós encontra significado e função como parte desse corpo. Não podemos ser como um dedo decepado, que não tem valor” (Romanos 12.4-5, A Mensagem).

Um dos grandes avanços da medicina foi a realização de transplantes de órgãos. Muitas pessoas já foram e serão beneficiadas por isso. Contudo, um órgão desconectado de um corpo humano vivo, apesar de preservado, está inativo e sem função. Logo, assim como a existência de um órgão só faz sentido se conectado e ativo dentro de um corpo humano vivo, assim também, um filho de Deus só encontra significado e função fazendo parte da família de Deus.

A palavra “membro”, usada em referência a uma pessoa que participa de um determinado grupo, tem origem cristã e surgiu da comparação da Igreja a um corpo humano. Um crente só cumpre o seu propósito sendo membro da Igreja e ser membro de uma Igreja não é ter o nome no rol de membros, mas ser um órgão vital de um corpo vivo, recebendo e gerando vida. Ser membro de uma Igreja é estar conectado a outros crentes por meio de relacionamentos que promovem crescimento pessoal e para o grupo.

De acordo com Rick Warren, em seu livro Uma vida com propósitos, estes são alguns dos benefícios de se pertencer à Igreja:

  1. A Igreja nos identifica como crentes autênticos: “Com isso todos saberão que vocês são meus discípulos, se vocês se amarem uns aos outros” (João 13.35);
  2. A Igreja nos retira do isolamento egoísta: “Quando um membro, sofre, todos os outros sofrem com ele; quando um membro é honrado, todos outros se alegram com ele” (1Coríntios 12.26);
  3. A Igreja nos ajuda a desenvolver músculos espirituais: “Dele todo o corpo, ajustado e unido pelo auxílio de todas as juntas, cresce e edifica-se a si mesmo em amor, na medida em que cada parte realiza a sua função” (Efésios 4.16);
  4. A Igreja precisa de nós: “A cada um, porém, é dada a manifestação do Espírito, visando ao bem comum” (1Coríntios 12.7);
  5. A Igreja nos faz participar da missão de Cristo no mundo: “Mas receberão poder quando o Espírito Santo descer sobre vocês, e serão minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judéia e Samaria, e até os confins da terra” (Atos 1.8);
  6. A Igreja irá nos impedir de decair: “Encorajem-se uns aos outros todos os dias, durante o tempo que se chama ‘hoje’, de modo que nenhum de vocês seja endurecido pelo engano do pecado” (Hebreus 3.13).

Um cristão do mundo antigo disse que não é possível ter a Deus por pai sem ter a Igreja por mãe. Excluindo-se os exageros, ele quis dizer que não há como vivenciar a fé cristã à parte da Igreja, que não se trata de uma instituição, mas da comunhão dos irmãos. Portanto, pertença à Igreja e receba de todos os seus benefícios!

Anúncios

Sobre insightscristaos

Samyr Trad é teólogo, administrador e pastor na Igreja Batista Central de Belo Horizonte.
Esse post foi publicado em Artigos. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s