O Deus-pastor

“O Deus que tem sido o meu pastor em toda a minha vida até o dia de hoje” (Gênesis 48.15).

O frase acima citada pertence a Jacó. Quando a li hoje pela manhã, ela me chamou muito a atenção. Jacó, velho e praticamente cego, tinha sido pastor por toda a sua vida. Raquel, sua esposa favorita, também tinha sido pastora. Ele conhecia bem o significado prático da dessa palavra. E, de posse disso, declarou que Deus estava sendo o seu pastor desde o dia do seu nascimento, em que agarrou o pé de seu irmão Esaú, até aquele momento, em que sua morte se aproximava.

A história de Jacó é densa e interessante. Até mesmo tortuosa. Usurpou a benção e o direito de primogenitura de seu irmão. Fugiu para a casa de seu tio Labão. Trabalhou para ele durante 14 anos, em troca de suas duas esposas, sendo por ele enganado. Encontrou-se com Deus e lutou com ele no vale de Jaboque. Enfrentou a dor da perda de um filho e a alegria de reencontrá-lo. Quantas experiências. Em todas elas, boas e ruins, de erros e acertos, ele conseguiu enxergar a presença e o cuidado de seu Deus-pastor. Deus o havia acompanhado do ventre de sua mãe até o leito de sua morte.

Para encerrar esse devocional, deixe-se ser ministrado pela letra desta canção de Kléber Lucas, Deus cuida de mim:

Anúncios

Sobre insightscristaos

Samyr Trad é teólogo, administrador e pastor na Igreja Batista Central de Belo Horizonte.
Esse post foi publicado em Devocionais. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s