Rumando para o norte certo

Introdução a série:

Na célula de hoje, iniciaremos uma nova série de lições. Nas próximas semanas, seremos levados a refletir sobre uma pergunta fundamental: “O que norteia a sua vida?”. Poderíamos fazê-la de outra maneira: “Qual é a bússola a partir da qual você dirige a sua vida?”. Tendo por base os chamados quatro pontos cardeais (norte, sul, leste e oeste), abordaremos os quatro sentidos que deveriam estar presentes e guiar a vida de todo e qualquer discípulo de Jesus. Que a sua vida seja orientada pela vontade do Senhor!

Introdução à lição:

Para introduzir a lição, faça as seguintes perguntas:

  1. Você já passou pela experiência de ser chamado, ou convocado, por alguém como, por exemplo, uma escola/universidade, uma empresa, o exército, etc? Como foi isso? Compartilhe a história com o grupo.
  2. Você já passou pela experiência de ser chamado por Deus? Como foi isso? Compartilhe a história com o grupo.

Desenvolvimento:

Leia com o grupo o texto-base da lição de hoje.

Texto-base: Mateus 4.18-22

Andando à beira do mar da Galiléia, Jesus viu dois irmãos: Simão, chamado Pedro, e seu irmão André. Eles estavam lançando redes ao mar, pois eram pescadores. E disse Jesus: “Sigam-me, e eu os farei pescadores de homens”. No mesmo instante eles deixaram suas redes e o seguiram. Indo adiante, viu outros dois irmãos: Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão. Eles estavam um barco com seu pai, Zebedeu, preparando as suas redes. Jesus os chamou, e eles, deixando imediatamente seu pai e o barco, o seguiram.

Nesse texto, Jesus está no início de seu ministério. Há algum tempo, ele tinha sido batizado por João e tentado pelo Diabo. Após isso, começou a pregar a mensagem de arrependimento do Reino dos céus. No episódio do texto que lemos, ele estava andando à beira do mar da Galiléia, quando viu Pedro e André trabalhando como pescadores. Ao vê-los, lhes fez o seguinte chamado: “Sigam-me, e eu os farei pescadores de homens”.

Até aquele momento, os dois irmãos guiavam suas vidas conforme os valores deles, de sua família e da sociedade da qual faziam parte. Jesus, entretanto, lhes propôs uma mudança de paradigma: coloquem-me como o norte de suas vidas e direcionem os seus passos a partir de mim. Sigam-me!

Pergunte ao grupo:

  1. O que tem norteado a sua vida e dirigido os seus passos? A quem você tem seguido?
  2. Como você poderia colocar Jesus como o norte de sua vida e dirigir os seus passos a partir dele? Como você poderia segui-lo?
  3. O que significa, na prática, ser um seguidor de Jesus?
  4. Que mudanças ocorreriam em sua vida caso você se tornasse um seguidor de Jesus ou ocorreram pelo fato de você ter se tornado seu seguidor?

Ser um seguidor de Jesus implica uma mudança de direção. Eu deixo de ser o meu norte e cedo o lugar a Deus. Eu deixo de definir o meu trajeto para seguir os passos de Jesus. Eu deixo de fazer e ter de acordo com as minhas preferências em favor da vontade de Deus. Seguir a Jesus requer renúncia.

O texto bíblico lido nos diz que Pedro e André, ao ouvirem o chamado de Jesus, deixaram suas redes e o seguiram. Tiago e João, também irmãos e chamados, deixaram seu pai e o barco para seguirem-no. O chamado de Jesus não implica apenas o arrependimento, ou seja, o abandono do pecado. Pode envolver, também, a renúncia de coisas lícitas, as quais se colocam como empecilhos à aceitação da convocação. Aquele que ouve o chamado de Jesus e deseja segui-lo, deve estar disposto a abrir mão de qualquer coisa que o impeça de fazê-lo, seja boa ou má.

Pergunte ao grupo:

  1. O que, hoje, lhe impede de ser um seguidor de Jesus?
  2. O que você teria que deixar para aceitar o chamado de Jesus e se tornar seu seguidor? Você está disposto a fazer isso? Por quê?

O que leva uma pessoa a mudar o seu norte, isto é, renunciar a sua vida, para seguir a Jesus? O texto-base diz que Pedro e André no mesmo instante deixaram suas redes para segui-lo. Tiago e João imediatamente deixaram seu pai e o barco. Por quê? O que os motivou a isso? A convicção de terem encontrado a direção certa e a paixão despertada por isso.

Pergunte ao grupo:

  1. Você tem convicção de que Jesus é o norte certo para a sua vida? Se sim, por que, então, sua vida ainda não é norteada, de fato, por ele?

Essa convicção não pode se limitar à mente, ou aos sentimentos. Deve atingir o modo de vida. Se não, nos tornamos apenas fãs e admiradores de Jesus, e não seus seguidores e discípulos. Aquele que está apaixonado por Deus também se apaixona por sua vontade.

  1. Você se classificaria como um fã ou seguidor de Jesus? Admirador ou discípulo?

Conclusão:

Na lição de hoje, fomos desafiados a direcionar nossas vidas para o norte certo, ou seja, Jesus. Ele está chamando cada um de nós a deixar suas vidas para segui-lo. Qual é a sua resposta?

Aplicação:

Promova um momento de arrependimento, renúncia e consagração da vida a Jesus. Para tanto, faça uso de músicas com letras afins, tais como Entrega (Vineyard), Voto do Profeta (Vinícius Zulato).

Anúncios

Sobre insightscristaos

Samyr Trad é teólogo, administrador e pastor na Igreja Batista Central de Belo Horizonte.
Esse post foi publicado em Lições de célula. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s