Retornando para o sul

Introdução à lição:

Para introduzir a lição, faça as seguintes perguntas:

  1. Em uma viagem, você já errou o caminho e teve que fazer um grande retorno? Conte essa história para o grupo.

Desenvolvimento:

Na célula da semana passada, fomos ministrados sobre rumar para o norte certo, ou seja, seguir a Jesus, aceitando o seu chamado e direcionando os nossos passos de acordo com a sua vontade. Entretanto, quando Jesus chamou Pedro e André para segui-lo, ele também lhes disse: “E eu os farei pescadores de homens” (Mateus 4.19). O chamado para seguir a Cristo tem um propósito implícito: levar outras pessoas a também segui-lo. Após rumar para o norte certo, o discípulo de Jesus é chamado a retornar para o sul, onde os perdidos estão, e tirá-los de lá.

Leia o texto bíblico abaixo com os presentes.

Texto-base: João 10.9

Eu sou a porta; quem entra por mim será salvo. Entrará e sairá, e encontrará pastagem.

Jesus, ao dizer essas palavras, tinha em mente um aprisco, curral onde as ovelhas eram recolhidas. Esse local tinha uma porta por onde as ovelhas entravam e saiam. Nesses momentos, o pastor se colocava à porta para chamar cada uma delas pelo nome, contá-las e observá-las.

Jesus quis dizer que ele é a porta através da qual uma pessoa pode entrar no Reino de Deus e ser salva. E não há outra! Ele não é uma das portas. Ele é a porta! Há, entretanto, um detalhe interessante nesse texto. Jesus fala sobre entrar pela porta e sair por ela. O que será que isso quer dizer?

Nesse texto, Jesus faz dois convites, ou chamados, às pessoas. O primeiro, entrar pela porta, pode ser expressado através de Mateus 11.28, que diz: “Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso”. O aprisco era o local onde as ovelhas eram recolhidas. Ali elas podiam dormir em segurança. O convite de Jesus é que as pessoas venham até ele, entrem no Reino de Deus e ali, no aprisco celestial, experimentem a paz e o descanso dos braços do Pai.

Há, contudo, um segundo chamado, sair pela porta, que está representado em Mateus 28.19 e Marcos 16.15, que dizem: “Vão e façam discípulos de todas as nações. (…) Vão pelo mundo todo e preguem o evangelho a todas as pessoas”. As pessoas que se tornam ovelhas de Jesus não devem se limitar a ficar na segurança do aprisco. Elas entram pela porta, mas também devem sair por ela. Devem sair do aprisco e ir para as pastagens, onde estão as ovelhas perdidas, e mostrar-lhes o caminho de volta para o aprisco. O chamado de Jesus é que as pessoas que vieram até ele e entraram no Reino de Deus, vão, preguem o evangelho e façam discípulos.

Sigam-me, e eu os farei pescadores de homens. Venham e vão. Essa é a dinâmica do chamado de Jesus. Após acertarmos o nosso rumo para o norte e chegarmos lá, somos chamados a retornar para o sul. Há outros textos bíblicos que confirmam essa idéia.

Leia com os presentes o texto bíblico de Isaías 6.1-9.

Nesse texto, vemos que Isaías, após ter uma extraordinária experiência de encontro com Deus, registrada nos versículos 1 a 7, ouve a voz do Senhor, conclamando: “Quem enviarei? Quem irá por nós?” (v.8). Isaías era um homem de lábios impuros que vivia no meio de um povo de lábios impuros (v.5). Após ter os seus lábios purificados (v.7), ele é chamado pelo Senhor a ir ao povo e levar-lhes a purificação que havia experimentado. A isso, ele prontamente respondeu: “Eis-me aqui. Envia-me!” (v.8).

Nos capítulos 3 e 4 de Gênesis, vemos o Senhor fazer duas perguntas que expressam bem o que estamos tratando nessa lição. Primeiramente, em 3.9, ele pergunta: “Onde está você?”. O Senhor procura por nós e deseja que nós o sigamos, entremos pela porta e tenhamos uma experiência de encontro com ele. Todavia, há uma segunda pergunta, em 4.9, que diz: “Onde está o seu irmão?”. O Senhor deseja que estejamos com ele. Entretanto, não quer que estejamos sozinhos.

Conclusão:

Na lição de hoje, fomos desafiados a, após direcionar nossas vidas para o norte certo, retornar para o sul, onde os perdidos estão. Jesus está nos chamando a mostrar às ovelhas perdidas o caminho para o aprisco. Qual é a sua resposta?

Há duas possibilidades: a resposta de Isaías e a de Caim. Após ouvir do Senhor “Quem enviarei? Quem irá por nós?”, Isaías respondeu: “Eis-me aqui. Envia-me!”. Após ouvir do Senhor “Onde está o seu irmão?”, Caim respondeu: “Não sei; sou eu o responsável por meu irmão?”. Qual será a sua resposta: a prontidão de Isaías ou a indiferença de Caim?

Aplicação:

  1. Como você poderia colocar em prática a sua prontidão em ir aos perdidos?
  2. Quais são as ovelhas perdidas que você conhece e poderia levar de volta para o aprisco de Jesus? Quais são os perdidos com os quais você tem relacionamento e a quem poderia pregar o evangelho?
Anúncios

Sobre insightscristaos

Samyr Trad é teólogo, administrador e pastor na Igreja Batista Central de Belo Horizonte.
Esse post foi publicado em Lições de célula. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s