Escravos dos prazeres

“Houve um tempo em que nós também éramos insensatos e desobedientes, vivíamos enganados e escravizados por toda espécie de paixões e prazeres. (…) Mas (…) ele nos salvou pelo lavar regenerador e renovador do Espírito Santo” (Tito 3.3,5).

No tempo atual, apesar de estarmos na Idade Contemporânea e não na Antiga, há muitos deuses presentes em nossa sociedade. Poderíamos chamá-los de “os deuses deste século”. São vários os componentes desse grupo. Entretanto, gostaria de destacar apenas um deles, o qual está associado a outros. Ou seja, ao falar de um, irei falar de alguns.

Trata-se do prazer. Em linguagem culta, do hedonismo, palavra que tem sua origem na língua grega, especificamente no vocábulo “hedonê”, que significa “prazer”, “vontade”. O hedonismo é o culto ao prazer e à realização dos desejos da vontade. É quando o prazer e a vontade são elevados à posição de deuses e ídolos por uma pessoa.

O apóstolo Paulo, no texto acima citado, o qual escreveu a Tito, reconhece que, em tempos passados, ele e outros discípulos foram devotos do prazer e da vontade. Entretanto, pela ação do Espírito Santo, foram regenerados e renovados, libertos desse jugo de escravidão.

O que me incomoda é que me parece que muitos dos cristãos de hoje, se não a maioria, apesar de terem o Espírito Santo (ou não), continuam hedonistas, servos dos deuses Prazer e Vontade. Mesmo conhecendo o Evangelho, se entregam às vontades da carne e aos prazeres do mundo, defendendo uma falsa liberdade em Cristo Jesus. Julgando-se livres, são escravos de si mesmos. Com aparência de auto-controle, são dominados pelo sexo, pelas bebidas alcoólicas, pelo dinheiro e bens materiais, pelo poder, etc. Não se comprometem plenamente com o Espírito do Evangelho e são tragados pelos espíritos do engano e da maldade, agindo como insensatos e desobedientes.

Que o Espírito Santo nos salve pelo seu lavar regenerador e renovador e que, nascidos de novo, tenhamos uma nova vida!

Anúncios

Sobre insightscristaos

Samyr Trad é teólogo, administrador e pastor na Igreja Batista Central de Belo Horizonte.
Esse post foi publicado em Devocionais. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Escravos dos prazeres

  1. Rogério disse:

    Obrigado por postar estas verdades Pastor Samyr.

    Rogério

    Curtir

  2. Wânia Peixoto disse:

    Amém!
    Que o Espírito Santo nos salve todos os dias pelo seu lavar regenerador e restaurador!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s