A vida pela graça

Introdução:

  • Você ganhou alguma medalha quando criança?
  • Você ganhou algum presente ou recompensa de seus pais por bom comportamento ou desempenho na escola?
  • Você ganhou alguma bonificação ou, até mesmo, promoção no trabalho por conta de um bom desempenho como funcionário?
  • Essas situações do dia-a-dia justificam a forte presença da meritocracia em nossa cultura. A princípio, não há nenhum problema quanto a isso. O problema surge quando levamos esse conceito de maneira distorcida para o nosso relacionamento com Deus e passamos a viver a partir disso.

Desenvolvimento:

Texto-base: Gálatas 2.15-3.5

  • Apresentação do contexto histórico da Carta aos Gálatas: a questão judaizante;
  • A questão judaizante gera três conflitos que interferem significativamente na vida humana, especificamente no que se refere ao relacionamento com Deus. São eles:

1. Viverei pela fé no Evangelho de Jesus Cristo ou pela prática da Lei?

“Sabemos que ninguém é justificado pela prática da Lei, mas mediante a fé em Jesus Cristo. Assim, nós também cremos em Cristo Jesus para sermos justificados pela fé em Cristo, e não pela prática da Lei, porque pela prática da Lei ninguém será justificado. (…) Gostaria de saber apenas uma coisa: foi pela prática da Lei que vocês receberam o Espírito, ou pela fé naquilo que ouviram? (…) Aquele que lhes dá o seu Espírito e opera milagres entre vocês realiza essas coisas pela prática da Lei ou pela fé com a qual receberam a palavra? ” (vv.2.15-16; 3.2,5).

  • A que se refere a prática da Lei?
  • A que se refere a fé no Evangelho de Jesus Cristo?

2. Viverei pelo Espírito ou pelo esforço próprio?

“Será que vocês são tão insensatos que, tendo começado pelo Espírito, querem agora se aperfeiçoar pelo esforço próprio?” (v.3.3).

  • A que se refere o esforço próprio?
  • A que se refere o Espírito?
  • A grande questão aqui é: qual é a fonte do seu poder e da sua força no que se refere à sua vida?

3. Viverei pela graça de Deus ou pelos meus méritos?

  • A que se referem os meus méritos?
  • A que se refere a graça de Deus?
  • Esses três pontos geram duas opções de equações referentes às nossas vidas. A partir de qual delas estamos vivendo?

Prática da Lei + Esforço próprio = Méritos

Graça = Espírito + Fé

  • Conseqüências de se viver a partir da primeira equação:
  1. Orgulho;
  2. Insegurança;
  3. Espiritualidade aparente e distorcida.
  • Conseqüências de se viver a partir da segunda equação:
  1. Humildade;
  2. Segurança;
  3. Espiritualidade autêntica e equilibrada.

Conclusão:

  • Como você tem vivido e desenvolvido o seu relacionamento com Deus?
  • Se a partir da equação 1, você tem sido orgulhoso, experimentado insegurança e desenvolvido uma espiritualidade aparente e distorcida;
  • Se a partir da equação 2, você tem sido humilde, experimentado segurança e desenvolvido uma espiritualidade autêntica e equilibrada.
Anúncios

Sobre insightscristaos

Samyr Trad é teólogo, administrador e pastor na Igreja Batista Central de Belo Horizonte.
Esse post foi publicado em Esboços. Bookmark o link permanente.

2 respostas para A vida pela graça

  1. Luis Henrique da Silva disse:

    Parabéns mais uma vez por trazer de forma brilhante esta revelação de Deus ;Esta mensagens me fez refletir muito sobre minha postura no verdadeiro evangelho de Cristo,obrigado.

    Curtir

  2. mizael moura disse:

    parabens meu irmao, gostei tanto que vou passar este estudo adiante para mais pessoas se beneficiar

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s