A grande reunião

Introdução:

Com o encerramento da série “Escolhas que transformam vidas”, nas duas próximas semanas, seremos ministrados por lições cuja temática será a grande reunião da Igreja. O livro de Atos dos Apóstolos nos informa que a primitiva Igreja de Jerusalém, considerada um modelo de igreja, se reunia regularmente no pátio do templo e nas casas de alguns dos discípulos (Atos 2.46, por exemplo). Assim, podemos afirmar que a igreja da época tinha dois tipos de reunião: uma grande reunião, no pátio do templo, e pequenas reuniões nas casas de alguns dos discípulos.

O movimento de Igrejas em Células, do qual a Igreja Batista Central faz parte, surgiu para resgatar o valor e a prática dessas pequenas reuniões nas casas, as quais são chamadas de células. Há cerca de dez anos, na IBC, foram abertas as primeiras células e foi iniciado um período de transição. Aos poucos, a igreja foi sendo transformada em uma igreja em células. Hoje, somos cerca de 630 pequenos grupos que se reúnem semanalmente nas casas de alguns dos irmãos que se disponibilizaram a ser anfitriões.

Enquanto uma igreja em células, entretanto, não podemos nos focar apenas nas pequenas reuniões, nos esquecendo, assim, da grande reunião. A primitiva Igreja de Jerusalém se reunia em casas, mas, também, no pátio do templo. Reunir-se “no templo”, semanalmente, com todos os irmãos da igreja local, para um grande culto de celebração, juntamente com as pequenas reuniões das células, constitui-se no padrão de igreja apresentado no Novo Testamento. Assim, nas lições de hoje e da próxima semana, trataremos sobre a grande reunião e a importância de dela participarmos. Que o Espírito Santo nos convença das verdades da Palavra de Deus!

Desenvolvimento:

Texto-base 1: Levítico 23.3

Em seis dias realizem os seus trabalhos, mas o sétimo dia é sábado, dia de descanso e de reunião sagrada. Não realizem trabalho algum; onde quer que morarem, será sábado dedicado ao Senhor (grifos do autor).

Texto-base 2: Êxodo 20.8-11

Lembra-te do dia de sábado, para santificá-lo. Trabalharás seis dias e neles farás todos os teus trabalhos, mas o sétimo dia é o sábado dedicado ao Senhor, o teu Deus. Nesse dia não farás trabalho algum, nem tu, nem teus filhos ou filhas, nem teus servos ou servas, nem teus animais, nem os estrangeiros que morarem em tuas cidades. Pois em seis dias o Senhor fez os céus e a terra, o mar e tudo o que neles existe, mas no sétimo dia descansou. Portanto, o Senhor abençoou o sétimo dia e o santificou (grifo do autor).

A partir desses textos, podemos fazer algumas afirmações sobre a grande reunião:

1. A grande reunião é um mandamento de Deus

Os dois textos citados fazem parte da chamada Lei de Moisés, sendo que o segundo é o quarto dos chamados Dez Mandamentos. A Lei de Moisés teve como um de seus objetivos orientar o povo de Israel moral, civil e religiosamente, ou seja, era uma espécie de manual sobre como viver conforme a vontade de Deus, e isso em todos os aspectos que compõem a vida humana.

Muitos questionam a validade dessas leis para os cristãos, especialmente os do século XXI. Entretanto, Jesus disse em Mateus 5.17: “Não pensem que vim abolir a Lei ou os Profetas; não vim abolir, mas cumprir”. Sendo assim, a Lei de Moisés não foi tirada de vigência por Jesus, apesar de ter sido cumprida de maneira cabal por ele em alguns de seus pontos, especificamente os de caráter religioso, ou ritualístico. Os princípios morais da Lei de Moisés têm valor e aplicabilidade para os cristãos de hoje, apresentando-lhes um estilo de vida santo quanto a caráter e conduta.

No caso específico dos dois textos citados, eles são mandamentos relacionados ao Dia de Descanso, o qual é chamado de Sábado. Entretanto, o sábado, além de dia de descanso, conforme os textos, também é dia de reunião sagrada, dia dedicado ao Senhor. Assim, no sábado, em cumprimento ao mandamento divino, o povo de Israel descansava e se reunia para adorar ao Senhor. No caso da Igreja Cristã, tendo em vista a ressurreição de Jesus, esse dia se dá no domingo. Aos domingos, ao longo desses dois milênios de história, também em cumprimento à vontade do Senhor, os cristãos de todos os continentes têm se reunido em igrejas locais para celebrar a nova vida em Cristo. Portanto, é muito importante que você, como discípulo de Jesus, além de participar da célula, também participe das grandes reuniões, ou dos cultos de celebração, da IBC.

2. A grande reunião faz parte do Dia de Descanso

Como vimos, o sábado, além de dia de descanso, também era um dia dedicado ao Senhor, de reunião sagrada. Assim, a reunião sagrada fazia parte do dia de descanso. Hoje em dia, muitos cristãos justificam a sua não participação nos cultos de uma igreja local no fato de terem o domingo como um dia de descanso e para a família. Essa justificativa não está de acordo com a Palavra de Deus. Certamente, o domingo é um dia de descanso e para a família. Entretanto, também deve ser um dia dedicado ao Senhor e de reunião sagrada. A participação nos cultos de uma igreja local faz parte do descanso do domingo*.

*Apesar de estarmos enfatizando o domingo como dia de descanso e de participação em cultos de celebração de igrejas locais, sabemos que, nas sociedades atuais, outros dias da semana podem ser usados para isso, tendo em vista as diversas agendas de trabalho existentes. O sábado bíblico não é o dia da semana, mas, sim, um dia separado para o descanso e a reunião sagrada.

3. A grande reunião não deve ter concorrentes

Os dois textos citados dizem que no sábado trabalho algum deveria ser feito. Afinal, o Senhor abençoou e separou esse dia para o descanso e a reunião sagrada (Êxodo 20.11). Como no item acima, muitos cristãos, atualmente, justificam a sua não participação nos cultos de uma igreja local no fato estarem com uma agenda  sobrecarregada de compromissos. Essa justificativa também não está de acordo com a Palavra de Deus. O próprio Deus determinou um dia da semana para descanso e reunião sagrada. Quando não agimos de acordo com isso, estamos em desobediência. O descanso e a reunião sagrada devem ser prioridades em nossas agendas. No dia de descanso, a participação na reunião sagrada não deve ter concorrentes. No domingo, a participação no culto de uma igreja local não deve sofrer concorrência.

4. A grande reunião traz benefícios aos seus participantes

Como mandamento, a grande reunião traz benefícios aos seus participantes. Deus não dá mandamentos aos seus filhos para pesar-lhes a vida com obrigações e limitações. Os mandamentos de Deus têm por objetivo ensinar às pessoas a viverem uma vida abençoada, ou seja, a receberem a benção de Deus. Em 1João 5.3, está escrito: “Porque nisto consiste o amor a Deus: em obedecer aos seus mandamentos. E os seus mandamentos não são pesados”.

Na próxima semana, seremos ministrados por uma lição que abordará os benefícios de se participar da grande reunião. Aguarde com expectativa por essa reunião!

Conclusão:

Na lição de hoje, vimos o quanto é importante participarmos da grande reunião da igreja e não apenas da pequena reunião da célula. Isso está baseado em três afirmações provenientes da Palavra de Deus:

  1. A grande reunião é um mandamento de Deus;
  2. A grande reunião faz parte do Dia do Descanso;
  3. A grande reunião não deve ter concorrentes;
  4. A grande reunião traz benefícios aos seus participantes.

Pare e pense:

  1. Quais são os empecilhos que você tem para participar das grandes reuniões, ou seja, dos cultos de celebração da igreja?
  2. Você está disposto a agir de modo a eliminar esses empecilhos e, assim, passar a participar das grandes reuniões?
  3. Você está convencido de que participar das grandes reuniões é uma vontade de Deus para a sua vida e, assim, algo importante para você?
  4. Quais, em sua opinião, são os benefícios de se participar da grande reunião? Lembre-se de que na próxima reunião seremos ministrados por uma lição com esse tema.
Anúncios

Sobre insightscristaos

Samyr Trad é teólogo, administrador e pastor na Igreja Batista Central de Belo Horizonte.
Esse post foi publicado em Lições de célula. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s