Casamento e divórcio

“O que Deus uniu, ninguém separe” (Mateus 19.6).

Ao contrário do que alguns podem pensar, essa não é uma máxima da cultura popular. Essas são palavras de Jesus, ditas por ele em resposta a uma pergunta sobre divórcio. Alguns fariseus se aproximaram de Jesus para pô-lo à prova e lhe perguntaram: “É permitido ao homem divorciar-se de sua mulher por qualquer motivo?” (Mateus 19.3). Ao dizer o versículo supra-citado, Jesus respondeu “não”.

Tenho ficado impressionado com a fragilidade dos casamentos de hoje. Contrariando a resposta de Jesus e tornando a pergunta dos fariseus uma afirmação, as pessoas têm dito: é permitido ao homem divorciar-se de sua mulher por qualquer motivo; e vice-versa. O divórcio tem se tornado uma opção facilmente escolhida. A dureza de coração tem sido preferida ao amor. A excessão tem se tornado regra.

Quando Jesus disse que apenas em caso de imoralidade sexual o divórcio seria permitido, não estava com o foco no divórcio. Sua ênfase estava na reconciliação pelo perdão, mas, tendo em vista a dureza do coração humano no sentido do amor verdadeiro, estava abrindo uma exceção. De acordo com o dicionário, “exceção” diz respeito a “o que não se submete à regra”, ou a um “desvio da regra geral”. A exceção não é a regra. Assim, o divórcio não é a regra de Deus. Como Jesus também disse, “não foi assim desde o princípio” (Mateus 19.8). Para Deus, o casamento é uma aliança tão inquebrável, e isso ficou tão claro para os discípulos de Jesus naquela ocasião, que eles chegaram a dizer: “Se esta é a situação entre o homem e sua mulher, é melhor não casar” (Mateus 19.10). Em outras palavras: o casamento é um rodovia sem retorno; por isso, é bom pensar muito bem antes de entrar nela.

Certamente, divórcios são gerados por casamentos mal construídos, seja porque o cônjuge foi mal escolhido, seja porque o processo de construção teve erros graves. Sendo assim, e tendo em vista que o casamento é uma aliança inquebrável, temos que escolher muito bem a pessoa com quem iremos nos casar e executar um sábio modelo de construção de um relacionamento romântico, o que se dá no contexto de um namoro dirigido por princípios bíblicos. Você quer ter um casamento bem-sucedido? Construa um namoro bem-sucedido. Você quer ter um namoro bem-sucedido? Construa-o a partir da sabedoria bíblica.

Anúncios

Sobre insightscristaos

Samyr Trad é teólogo, administrador e pastor na Igreja Batista Central de Belo Horizonte.
Esse post foi publicado em Devocionais. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s