Sendo frutíferos para Deus

Pregação realizada no dia 23 de maio de 2010, na Igreja Batista Central de Belo Horizonte

Texto-base: João 15.1-8

I. Introdução:

Jesus utilizava-se de metáforas, analogias e comparações, além de ilustrações e parábolas, para ensinar os princípios do Reino de Deus. No texto bíblico lido, ele faz uso de uma metáfora baseada na viticultura. Para abordarmos esse texto, faremos uso de 5 perguntas, as quais extrairão respostas preciosas, a partir das quais iremos ouvir a palavra de Deus para nós hoje.

II. Desenvolvimento:

1. Quais são as personagens da metáfora?

a. O agricultor – O Pai

b. A videira verdadeira – Jesus

Antes de Jesus se apontar como videira verdadeira, Israel era tida como videira. Entretanto, devido à sua infertilidade, ela perdeu essa posição (Ezequiel 15.1-8; 17.1-24).

c. Os ramos – Os discípulos de Jesus

d. Os frutos – ???

Pé de uva dá uvas, pé de laranja dá laranjas, pé de manga dá mangas, pé de Jesus dá “Jesuses”. Os frutos – Jesus.

2. Quais são as funções de cada personagem?

a. Os ramos, ou os discípulos – Produzir frutos

A função de produzir frutos não pertence à videira ou ao agricultor, mas, sim aos ramos. Como os ramos podem produzir frutos, ou como os discípulos podem frutificar “Jesuses”? Há duas maneiras para isso: 1. Em si mesmo, ou seja, os discípulos podem produzir “Jesuses” em suas próprias vidas. Essa frutificação fala de ser como Jesus, ou de ser um discípulo de Jesus, ou seja, de santidade no caráter. O fruto do Espírito mencionado em Gálatas 5.22-23 aponta para isso, já que fala sobre aspectos de caráter gerados pelo Espírito Santo na vida de um discípulo. 2. Através de si mesmo, ou seja, os discípulos podem produzir “Jesuses” nas vidas de outro. Essa frutificação fala de fazer de outros como Jesus, ou de fazer discípulos de Jesus, ou seja, de missão. A grande comissão mencionada em Mateus 28.18-20 aponta para isso, já que fala sobre a missão dada por Jesus aos seus discípulos.

b. A videira verdadeira, ou Jesus – Nutrir os ramos, para que eles dêem frutos

Jesus disse: “Permaneçam em mim, e eu permanecerei em vocês. Nenhum ramo pode dar fruto por si mesmo, se não permanecer na videira. Vocês também não podem dar fruto, se não permanecerem em mim. Eu sou a videira; vocês são os ramos. Se alguém permanecer em mim e eu nele, esse dará muito fruto; pois sem mim vocês não podem fazer coisa alguma” (vv.4-5). A função da videira é nutrir os ramos para que eles dêem frutos. Como a videira nutre os ramos? Através da chamada seiva elaborada, a qual contém os nutrientes que a videira precisa para frutificar. Como Jesus capacita os seus discípulos a frutificar? Qual é a seiva elaborada que ele lhes dá? Jesus capacita os seus discípulos a frutificar dando-lhes o Espírito Santo. O Espírito Santo é o quinto personagem, escondido; é a seiva elaborada.

De quem são os frutos mencionados em Gálatas 5.22-23? E de quem são os dons que capacitam os discípulos a realizar a missão de Mateus 28.18-20, os quais são mencionados, por exemplo, em 1Coríntios 12.1-11? O fruto é do Espírito e os dons também são do Espírito. Em João 20.21-22, Jesus envia os seus discípulos e lhes sopra o Espírito Santo. Em Atos 1.4-5, Jesus ordena aos seus discípulos que não saíssem para a missão até serem batizados com o Espírito Santo. Sem o Espírito Santo não há frutificação! Ele é a capacitação que Jesus dá aos seus discípulos para que sejam frutíferos!

c. O agricultor, ou o Pai – Cuidar dos ramos, para que eles dêem frutos

Jesus disse: “Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o agricultor. Todo ramo que, estando em mim, não dá fruto, ele corta; e todo que dá fruto ele poda, para que dê mais fruto ainda” (vv.1-2). A função do agricultor é cuidar dos ramos para que eles dêem frutos. Como o agricultor cuida dos ramos? Utilizando-se de ferramentas, sendo uma delas a tesoura de poda. Como o Pai cuida dos discípulos de Jesus para que eles frutifiquem? O que é a tesoura de poda e como ele a utiliza? O Pai cuida dos discípulos de Jesus como um pai cuida de seus filhos, ou seja, disciplinando-os. A tesoura utilizada pelo Pai é a disciplina.

Como se dá essa disciplina? Uma tesoura de poda é utilizada para cortar a videira. Isso pode se dar de duas maneiras:1. Um corte profundo: Jesus disse que os ramos infrutíferos são cortados, ou seja, totalmente extraídos da videir. Qual o objetivo disso? Que um novo ramo, frutífero, cresça em seu lugar. Os discípulos infrutíferos são profundamente disciplinados pelo Pai de modo que esse caráter infrutífero seja extraído e um caráter frutífero cresça em seu lugar; o que torna um discípulo infrutífero é o pecado. Como pode se dar essa disciplina? Através de provações e tribulações, como está escrito em Hebreus 12.7-11 e Tiago 1.2-4. 2. Um corte na ponta, ou poda: Jesus disse que os ramos frutíferos são podados, ou seja, têm apenas sua ponta extraída. Qual o objetivo da poda? Renovar a circulação da seiva elaborada no ramo, de modo que o ramo, que já é frutífero, continue a frutificar e produza mais frutos ainda. Os discípulos frutíferos também são disciplinados pelo Pai de modo a serem mais frutíferos ainda na santidade e na missão. Jesus disse: “Vocês já estão limpos, pela palavra que lhes tenho falado. Permaneçam em mim, e eu permanecerei em vocês” (vv.3-4). Jesus, em João 13.10, fala com Pedro sobre a necessidade de que apenas os seus pés sejam lavados. “Permanecer” e “lavar os pés” nos fala do que se pode chamar de “princípio da manutenção”. O Pai deseja que os discípulos de Jesus continuem a frutificar e por isso lhes aplica o princípio da manutenção, podando-os.

3. Quais são os resultados do exercício das funções de cada personagem?

a. Frutos em santidade e missão, ou seja, em ser um discípulo e em se fazer discípulos;

b. A glória de Deus. Jesus disse: “Meu Pai é glorificado pelo fato de vocês darem muito fruto” (v.8);

c. A autenticidade e o reconhecimento da fé que se tem. Jesus disse: “E assim serão meus discípulos” (v.8);

d. Eficácia na oração. Jesus disse: “Se vocês permanecerem em mim, e as minhas palavras permanecerem em vocês, pedirão o que quiserem, e lhes será concedido” (v.7);

e. Qual a conseqüência da não-frutificação? Jesus disse: “Se alguém não permanecer em mim, será como o ramo que é jogado fora e seca. Tais ramos são apanhados, lançados ao fogo e queimados” (v.6). A conseqüência da não frutificação é a inutilidade de uma vida sem propósitos.

III. Conclusão:

4. Que tipo de ramo você é?

a. Um ramo cortado: uma pessoa que não está em Cristo, não é discípulo dele;

b. Um ramo infrutífero: um discípulo que está impedido de frutificar pelo pecado;

c. Um ramo frutífero: um discípulo que está frutificando em santidade e missão.

5. Qual é o desejo do Pai para você e o que você deve fazer?

a. Se você é um ramo cortado: o Pai quer te enxertar na videira, ou seja, quer te colocar em Cristo. Para isso, creia em Cristo e se renda a ele;

b. Se você é um ramo infrutífero: o Pai está te cortando profundamente, ou seja, te disciplinando. Reconheça, confesse e se arrependa dos seus pecados;

c. Se você é um ramo frutífero: o Pai está te podando, ou seja, te mantendo frutífero. Não deixe de lavar os seus pés diariamente, aplicando a você o princípio da manutenção.

About these ads

Sobre insightscristaos

Samyr Trad é teólogo, administrador e pastor na Igreja Batista Central de Belo Horizonte.
Esse post foi publicado em Esboços. Bookmark o link permanente.

11 respostas para Sendo frutíferos para Deus

  1. Daniella disse:

    O chamado Princípio da Manutenção é realmente indispensável em nossas vidas. A disciplina de Deus é um ato de amor profundo desse Pai zeloso que não deseja que nenhum dos seus filhos cresça de forma irresponsável. Criaria Deus seus filhos à maneira do sacerdote Eli? Não. Mil vezes não.
    E, lendo o profeta Ezequiel, sabemos que esta disciplina não dura para sempre. Servimos, adoramos, amamos, temos por Pai, um Deus que derruba sim a árvore alta e faz crescer a árvore baixa, que resseca a árvore verde, mas também faz florescer a árvore seca. Um Deus cuja misericórdia triunfa sobre o juízo!!!! Aleluia!

    Curtir

  2. Nivaldo disse:

    caro Pastor Samyr,
    abencoada palavra esta manha,
    abencoada ideia de nos presentear com os esbocos de palavras que Jesus tem colocado em seu coracao, que nos fazem sempre querer achegar mais à videira verdadeira, sendo ramos com frutos constantes, nos quais a seiva nao deixa de correr, e o agricultor nao dormita um segundo sequer com seus cuidados.
    Meu desejo é que Jesus continue o abencoando com toda sorte de bencaos.
    abcs.

    Curtir

  3. Danielle Ponce de Leon disse:

    Samyr querido,

    Como de costume, “sua palavra” é sempre relevante, pertinente, edificante e eficaz. O que eu mais gostei foi : pé de manga, pé de pitanga e “Pé de Jesus”. Amei isso! Vou plantar um aqui, no jardim do meu coração. A seiva elaborada também foi muito inspirada. E a poda??? É a mais pura verdade. Precisamos ser podados com frequência! Por isso, vou me comportar mais nas aulas,ok? Prometo controlar meus “impulsos sanguineanos”(?)rsrsr!
    Perdoe-me pelos excessos. Você é muito precioso e querido!
    Nele, a quem eu amo e sirvo,
    Ósculo Santo!
    Dany

    Curtir

  4. Flávia Viegas disse:

    Amei a idéia do blog, estarei sempre aqui lendo e aprendendo!

    bju

    Curtir

  5. Renato Vargas disse:

    Fala Sam!
    Essa ai eu ja to quase decorando em?! rs! mas a palavra é sempre viva ne?! Estarei sempre te acompanhando por aqui… parabéns pela iniciativa!

    abraço

    Curtir

  6. Wânia Maria Peixoto de Almeida disse:

    Oi samyr!
    Esse blog é um presente, amei!
    Claro que vou ler tuuuudo!
    Sejam as bênçãos do Senhor sobre cada palavra escrita nesse blog, e sejamos participantes com você, dos frutos!
    Abraços,

    Curtir

  7. carlos alberto mandotti disse:

    Oí Samyr !!!

    Gostei muito de sua ministração , porém tenho uma duvida com a palavra JESUSES !!! entendo que no português não existe plural de Jesus . voçê não acha que esse tipo de palavra pode confundir as pessoas ou dar dupla interpretação…. ” 2 Quais são as funções de cada personagem ” explique melhor …… ( Fruto é Jesus) abraços. carlinhos

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s